Home / Artigos / Marketplace o que é e como posso usar no meu negócio

Marketplace o que é e como posso usar no meu negócio

Marketplace o que é e como posso usar no meu negócio 

O marketplace é uma tendência cada vez mais forte dentro do mercado digital. Além de oferecer uma série de vantagens exclusivas, esse tipo de plataforma pode acolher todos os tipos de negócios.

O marketplace é uma plataforma onde vendedores podem oferecer seus serviços e produtos a potenciais compradores. O grande diferencial dessa ferramenta é que ela possui várias lojas e empresas trabalhando nela.

Por exemplo, o Mercado Livre é um dos mais concorridos do gênero. No site, é possível encontrar uma grande variedade de coisas, bem como marcas. Várias lojas virtuais têm mudado para essa forma de comércio, isso porque, o retorno é bem mais vantajoso.

Por exemplo, as Lojas Americanas, passaram a comercializar produtos de outras empresas. Toda a transação é feita dentro do site, mas o processo de fabricação e entrega fica a cargo da marca que vendeu o produto para o consumidor.

Essa é uma tendência que tem se popularizado cada vez mais entre os pequenos, médios e até grandes negócios. Isso porque, o potencial de vendas dentro desse tipo de plataforma é muito maior do que uma loja física tradicional.

Como o marketplace pode alavancar o meu negócio?

Esse tipo de ferramenta oferece uma série de vantagens para o empresário. Além do seu alcance, ela também permite uma alta visibilidade do negócio. Confira abaixo mais motivos para investir nessa estratégia.

  1. Baixo investimento

Você não precisa gastar dinheiro com a construção de uma plataforma de vendas próprias, bem como a manutenção delas. Basta negociar uma comissão com o marketplace que você só precisará colocar o seu produto na vitrine.

Todas as responsabilidades ficam a cargo dele.

  1. Margem de lucro maior

Por não ter um investimento tão alto, você terá um retorno bem maior. Você não terá que se preocupar com investimentos em tecnologia e marketing, o que permite que os preços dos seus produtos sejam mais atrativos.

  1. Sem a necessidade de uma equipe de manutenção

Criar uma loja virtual já demanda de um grande investimento. No entanto, a manutenção mensal desse tipo de comércio eletrônico também é bem cara, principalmente se você tem um grande volume de vendas.

Com o marketplace, você pode deixar de lado essa preocupação. Isso porque, toda a manutenção da plataforma fica a cargo do dono dela. Os fornecedores do catálogo só precisam pagar a comissão por venda, ou a mensalidade da ferramenta.

  1. SEO

Todos os marketplaces trabalham com uma forte abordagem SEO. Não é à toa que sites como o Mercado Livre e Submarino aparecem sempre nos primeiros lugares das buscas por produtos.

Consequentemente, ao colocar o seu produto ou serviço em uma plataforma do gênero, o seu negócio também acaba tendo um rankeamento melhor. Isso sem você precisar ficar horas otimizando o seu conteúdo

Qual a diferença entre marketplace e e-commerce?

É muito comum que as pessoas confundam o conceito de e-commerce e marketplace. Apesar de parecidos, ambos possuem características únicas. Confira abaixo as principais diferenças entre essas duas modalidades.

MARKETPLACE

  • Faz a intermediação do negócio;
  • Não possui um estoque centralizado;
  • O único contato é entre o vendedor e o cliente;
  • O preço é definido pelo vendedor;
  • Não é responsável pela produção ou entrega do produto;
  • Mais variedade de produtos;
  • Possui vários fornecedores e vendedores

E-COMMERCE

  • É responsável por todas as etapas da negociação (divulgação, venda e entrega);
  • O estoque é centralizado;
  • A entrega fica a cargo do dono da loja virtual;
  • Apenas uma empresa atua dentro do e-commerce;
  • Menos variedade de produtos;
  • Possui contato tanto com o vendedor, quanto o fornecedor e cliente.

Para exemplificar a diferença entre essas duas modalidades, podemos dizer que o e-commerce é como uma loja familiar, que possui um único dono. Já o marketplace seria um shopping, que reúne várias marcas e donos de negócio em um único lugar.

Além disso, também podemos dizer que um e-commerce pode estar dentro de um marketplace. Você pode ter a sua própria loja virtual, mas, também, vender seus produtos em outras plataformas de vendas online

marketplace o que é e como posso usar no meu negócio

Exemplos de marketplaces de sucesso

Atualmente, existem vários marketplaces de sucesso no Brasil e no mundo. Alguns já nasceram com essa dinâmica, outros, foram adaptados por conta das demandas dos novos consumidores.

Entre as plataformas mais famosas, podemos destacar: Mercado Livre, Submarino, Americanas.com, Shoptime, Walmart, Amazon, Ebay, Alibaba, Airbnb, Uber e etc.

Como você pode observar acima, existem ferramentas do gênero que não oferecem apenas produtos, mas, também, serviços. O Airbnb, é um grande exemplo.

O site de hospedagens reúne vários anfitriões em todo o mundo. Cada um pode oferecer as acomodações que desejarem, pelo preço que acharem mais justo. A plataforma fica apenas encarregada de fazer a intermediação da transação.

O marketplace é uma ótima forma de alavancar o seu negócio. Isso porque, você pode divulgar os seus produtos e serviços em uma ferramenta com grande visibilidade, mas, sem ter que fazer um grande investimento para isso.

Quer saber mais sobre como utilizar essa modalidade? Então continue lendo o artigo…

Como colocar o meu negócio em um Marketplace ?

Quer saber como colocar o seu negócio em um grande marketplace? Então confira esse artigo!!! Além de dicas sobre como entrar nesse tipo de plataforma, você conhecerá um pouco mais desse modelo de vendas.

No início do artigo, você conferiu o que é essa plataforma e como ela funciona. Agora, você ficará por dentro de alguns conceitos básicos desse modelo de vendas.

Tenha em mente que não basta acessar a plataforma e inserir produtos. É essencial que você saiba como ela funciona, bem como as exigências mínimas para inserir o seu negócio dentro da ferramenta.

Cada comércio do gênero possui suas próprias regras. No entanto, de modo geral, eles atuam de formas muito parecidas. O que muda, geralmente, de uma empresa para outra é a taxa de comissão e as regras para inserção de produtos.

Para te ajudar a entender melhor como trabalhar com essa modalidade de vendas, nós separamos uma série de informações sobre esse tipo de plataforma, e de que maneira ingressar nela.

Conceitos básicos do marketplace que você precisa saber

marketplace o que é e como posso usar no meu negócio

O marketplace é uma excelente ferramenta para alavancar as vendas do seu negócio. No entanto, é muito importante que você tenha em mente alguns conceitos básicos desse modelo de vendas. São eles:

  1. Comissão

Essa taxa é cobrada pela plataforma, conforme a quantidade de vendas efetuadas. Ela pode variar por vários motivos, como o perfil do produto ou serviço o valor, e até a quantidade de vendas realizadas.

  1. Intermediador Financeiro

É o agente responsável pela transação financeira. Alguns marketplaces trabalham com intermediadores próprios, como é o caso do Mercado Livre, outros terceirizam esse serviço.

Essa é uma medida que tem como objetivo garantir a segurança de todos os envolvidos na negociação.

  1. Prazo de Pagamento para o vendedor/empresa/marca

O prazo de pagamento varia conforme a plataforma. Em média, ele tende a ser entre 2 e 45 dias. No entanto, algumas ferramentas só efetuam o pagamento após o cliente receber o produto, como é o caso da modalidade Mercado Pago, do Mercado Livre.

  1. Liquidez de Produtos

Essa é uma equação que tem como objetivo mostrar a solidez do marketplace. A fórmula é bem simples. Pega-se o total de produtos vendidos dentro da plataforma, e se divide o número pelo total de produtos ofertados por ele.

Quanto maior a liquidez melhor.

  1. Liquidez de Vendedores

Tem o mesmo objetivo do item anterior, mas, agora com foco em cada vendedor dentro da plataforma.

  1. Cauda Longa

É uma das vantagens desse modelo de vendas. Basicamente, é a possiblidade de se encontrar produtos e serviços que antes seriam quase impossíveis de serem encontrados.

Você conhece o Facebook Marketplace?

Recentemente, a plataforma criada por Mark Zuckerberg lançou a modalidade de Marketplace. Nela, os usuários podem realizar a compra e venda de produtos e serviços dentro da própria rede social.

No entanto, esse modelo tem algumas diferenças do tradicional. A começar que a transação financeira não é feita dentro da ferramenta. Na verdade, o Facebook serve apenas como um canal de comunicação entre o vendedor e a pessoa interessada no produto.

Os usuários podem pesquisar todos os tipos de itens e serviços dentro do Marketplace. Uma vez que escolham o objeto desejado, eles têm a opção de entrar em contato direto com o vendedor para então negociar.

Essa é um recurso recente da rede social que promete se tornar uma grande aliada de empresas e marcas. Contudo, ainda é preciso algumas modificações para permitir que a negociação seja feita de forma mais segura e dinâmica.

Como entrar em um marketplace?

Agora que você já sabe tudo sobre essa modalidade de vendas, você deve estar se perguntando como colocar o seu negócio em uma plataforma do gênero. A primeira coisa que você precisa fazer é entrar em contato com a empresa que oferece a ferramenta.

Por exemplo, algumas empresas no próprio site, tem a possibilidade de preencher uma ficha de cadastro  Uma vez que você preencheu o formulário, será feita uma análise e em até 24 horas você terá sua resposta.

Em seguida, você precisa enviar os seguintes documentos (de forma digitalizada) para a plataforma:

  • Contrato social
  • Comprovante de Inscrição Estadual;
  • Comprovante de inscrição e situação cadastral da empresa na Receita Federal;
  • Certidão negativa de débitos tributários, Débitos Previdenciários e Débitos Trabalhistas – CNDT;
  • Consulta pública ao Cadastro do Estado de atuação;
  • Declaração do regime de tributação.

Uma vez que o contrato seja aprovado, pronto, você já pode começar a comercializar seus produtos na Americanas. É importante ressaltar que esse processo pode variar conforme a plataforma que você se cadastre.

Agora que você já sabe como usar o marketplace para alavancar o seu negócio, comece a planejar agora mesmo a sua estratégia de ação. Com toda a certeza você terá ótimos resultados.

Gostou das dicas e informações desse artigo? Então não deixe de conferir o post “Canais de vendas o que é e qual usar”

Conheça os mais conhecidos marketplaces que atuam no Brasil

AMAZON

AMERICANAS

CASAS BAHIA

FACEBOOK

MERCADO LIVRE

NETSHOES

TRICAE

ZATINI

 

Leia Também…

Como se tornar um supervendedor

Como saber a hora de mudar

Como influenciar clientes

Saiba mais sobre:

Palestra de Vendas 

Palestra Motivacional

 

Veja Também

trabalho em equipe como fazer

Trabalho em equipe

Trabalho em equipe – Como tornar uma equipe vencedora ! Saiba tudo sobre o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *